Um total de 12 contratos de investimento, no valor de 38,8 milhões de dólares, foram quinta-feira assinados em Luanda pela Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP) de Angola.
A área do comércio destaca-se no conjunto de investimentos, seguida da indústria, agricultura, construção e prestação de serviços.
No fim da sessão de assinatura de contratos, a presidente da estatal ANIP, Maria Luísa Abrantes, destacou as apostas feitas no sector da agricultura.
“Na verdade, é pouco, mas temos dois projectos, na província [Huíla e Namibe], agrícolas e também verificámos que houve três unidades industriais. Por conseguinte, é muito pouco, mas é melhor do que há alguns anos, em que só aparecia o comércio”, frisou.
Do conjunto de contratos, destaca-se o investimento angolano de 13,2 milhões de dólares para uma fábrica de transformação de vidros, localizada em Luanda, que vai produzir anualmente 160 mil metros cúbicos de vidro para abastecer o mercado nacional.
Outro investimento, proveniente da China, no valor de 9,5 milhões de dólares vai criar em Luanda uma fábrica de aço para o sector da construção, enquanto dois projectos angolanos agropecuários, no valor de 8,3 milhões de dólares se destacaram no restante do grupo. 

Um total de 12 contratos de investimento, no valor de 38,8 milhões de dólares, foram quinta-feira assinados em Luanda pela Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP) de Angola.

A área do comércio destaca-se no conjunto de investimentos, seguida da indústria, agricultura, construção e prestação de serviços.

No fim da sessão de assinatura de contratos, a presidente da estatal ANIP, Maria Luísa Abrantes, destacou as apostas feitas no sector da agricultura.

“Na verdade, é pouco, mas temos dois projectos, na província [Huíla e Namibe], agrícolas e também verificámos que houve três unidades industriais. Por conseguinte, é muito pouco, mas é melhor do que há alguns anos, em que só aparecia o comércio”, frisou.

Do conjunto de contratos, destaca-se o investimento angolano de 13,2 milhões de dólares para uma fábrica de transformação de vidros, localizada em Luanda, que vai produzir anualmente 160 mil metros cúbicos de vidro para abastecer o mercado nacional.

Outro investimento, proveniente da China, no valor de 9,5 milhões de dólares vai criar em Luanda uma fábrica de aço para o sector da construção, enquanto dois projectos angolanos agropecuários, no valor de 8,3 milhões de dólares se destacaram no restante do grupo.