Destaques Imprensa

Destaques Imprensa



ENCONTRO DE PRIMAVERA REFORÇA CREDIBILIDADE DA CIMLOP EM LUANDA

 

Foi entre os dias 24 e 27 de maio, que a CIMLOP – Confederação da Construção e do Imobiliário dos Países de Língua Oficial Portuguesa, reuniu em Luanda, Angola, para promover o seu Encontro de Primavera.

 

Este que se iniciou com uma receção da comitiva CIMLOP pela Senhora Ministra do Urbanismo e Habitação de Angola, Dra. Branca do Espírito Santo, foi o mote para a entrega da Medalha de Ouro de Personalidade do Ano CIMLOP à senhora Ministra, agraciada em 2016 com esta distinção.

 

Luís Lima, Presidente da APEMIP, recordou o contributo de Branca do Espírito Santo para o desenvolvimento do sector imobiliário em Angola, tanto nas funções ora desempenhadas, como no passado, enquanto assumia a Presidência da APIMA – Associação dos Profissionais Imobiliários de Angola, tendo tido ainda um importante papel na criação da CIMLOP e sido por isso distinguida, unanimemente, como personalidade imobiliária dos Países de Língua Oficial Portuguesa.

 

No âmbito desta reunião de Primavera, a comitiva da CIMLOP realizou duas visitas técnicas, que refletem a realidade imobiliária em Angola – a primeira visita foi à nova centralidade Zango, construída com apoio do Estado e dirigida à classe média, e à Urbanização Boa Vida, um projeto privado dirigido a um segmento alto, que integra infraestruturas sociais, culturais e de lazer.

 

A presença da CIMLOP em Luanda incentivou a realização de uma Rodada de Negócios promovida pela APIMA, que contou com a presença de dezenas de empresários que apresentaram os seus serviços, dando corpo a uma das principais vocações da CIMLOP, que é a promoção e dinamização da atividade económica da fileira da construção e do imobiliário dos Países de Língua Oficial Portuguesa.

 

A APIMA organizou também um encontro alargado de Profissionais e Agentes Imobiliários, cujo objetivo principal foi o de incentivar o desenvolvimento do sector imobiliário em Angola, no sentido da profissionalização dos agentes com o intuito de os integrar no mercado formal, que exige o licenciamento e a fiscalização dos mesmos.

 

Como tal, Luís Lima, foi convidado a integrar este painel, que contou com oradores do Instituto Nacional da Habitação e da Administração Geral Tributária, para dar conhecimento da situação do imobiliário português e da importância da existência de um mercado formal, que combata a concorrência desleal e defenda os interesses do consumidor e do mercado.

 

As atividades deste Encontro terminaram com a visita do Presidente da CIMLOP à Embaixada de Portugal em Angola, onde apresentou cumprimentos ao senhor Embaixador, João Caetano da Silva, com quem debateu a situação da construção e do imobiliária em Portugal e Angola.

 

Uma vez mais a diversidade dos mercados da lusofonia fez-se notar em Luanda, refletindo a riqueza e importância da CIMLOP na promoção do mercado da construção e do imobiliário.

 

A Reunião de Outono da Direção da Confederação da Construção e do Imobiliário de Língua Oficial Portuguesa (CIMLOP), decorreu no dia 11 de outubro, nas instalações da Feira Internacional de Lisboa, em paralelo com o Salão Imobiliário de Portugal, e ficou marcada pelo pedido formal desta Confederação ao Conselho Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CE-CPLP).
Este pedido formal foi entregue em mão pelo presidente da CIMLOP, Luís Lima, ao Comendador Jorge Rocha de Matos, Presidente da Assembleia Geral da CE-CPLP, que marcou presença na reunião para elucidar os membros presentes sobre a ação e a importância da CE CPLP, explicando que esta visa, acima de tudo, valorizar o espaço da economia e dinamizar o comércio e o investimento intra-CPLP.
A presença da CIMLOP em Portugal foi também mote para a promoção de uma Rodada de Negócios, organizada pela Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), e pela Associação Industrial Portuguesa (AIP), com o apoio da CIMLOP.
Nesta “Rodada de Negócios”, deu corpo a uma das principais vocações da estrutura confederativa, que visa a dinamização da atividade económica da fileira da Construção e do Imobiliário dos Países de Língua Oficial Portuguesa, e por esta via, das próprias economias destes países, harmonizando a informação sobre a oferta e a procura imobiliárias no vasto espaço da lusofonia. 
Importa recordar que esta Confederação integra já Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo-verde e Guiné-Bissau, estando prevista para breve a adesão de São Tomé e Príncipe, e de Timor-Leste.

Legendas

1 – Joaquim Silvestre António, Secretário do Urbanismo e Habitação; Luís Lima, Presidente da CIMLOP; Branca do Espírito Santo, Ministra do Urbanismo e Habitação de Angola;

Pedro Caldeira, Presidente da APIMA e Helder Costa, Presidente da Mesa da Assembleia-geral da APIMA;

2 – Encontro de Primavera da CIMLOP teve lugar em Luanda, Angola;

3 – Presidente da CIMLOP, Luís Lima, e Presidente da APIMA, Pedro Caldeira falam sobre a importância da regulação do mercado da mediação imobiliária;

4 - Presidente da CIMLOP, Luis Lima apresenta cumprimentos ao Embaixador de Portugal em Angola, João Caetano da Silva